Como Hidratar Soja Texturizada

proteína de soja – qualquer tamanho
água
vinagre

Primeiro é preciso hidratar para depois temperar. O tempero varia de acordo com o seu gosto, mas se não hidratar antes, todas terão aquele gostinho de soja que ninguém gosta.

Qualquer tipo de PTS pode ser preparado dessa maneira. Temos a miúda, ou fina, que parece moída, a grande, enorme que parece um pedaço de espeto de churrasco (fica incrível como espetinho, inclusive!), a média, que é ótima para fazer estrogonofe e a em tiras, ideal para fazer acebolada. Ainda existe o “bife”, que pode ser hidratado da mesma maneira mas, precisa apertar mais vezes durante o processo.

Para começar, lave a soja, em água corrente para tirar o pózinho que vem nela. Coloque a soja lavada em um recipiente com duas colheres de sopa de vinagre para cada xícara de soja. Cubra com água quente e tampe. Depois de uns 10 minutos, ou quando a água esfriar, use suas mãos para apertar muito bem a soja. Com a moída, coloque pouco na mão para conseguir espremer direito. Com as outras, aperte muito bem até que toda a água tenha saído. Coloque água quente novamente e deixe esfriar. Escorra e amasse mais uma vez. Está pronta para receber o tempero.

Se você for usar como carne moída, pode refogar a cebola e o alho, com uma folha de louro, azeite e fritar até dourar. Se for usar com molho, pode seguir os mesmos passos e adicionar o molho, deixando encorpar.

Com as maiores, depende do preparo. Quando vou fazer um molho bem temperado e se eu achar que tudo bem a soja ficar meio “molenga”, eu refogo e deixo apurar no molho – o que é muito raro por aqui. Funciona bem com a feijoada vegana. Mas, se a ideia é ter uma textura mais firme, como no estrogonofe, por exemplo, eu sigo os seguintes passos: Depois de escorrer e espremer pela última vez, coloco a soja na panela com vários temperos, um pouco de água e cozinho em fogo baixo até que a soja absorva toda a água temperada. Coloco um fio de azeite e vou fritando e apertando para sair o resto de líquido, até que ela fique crocante e douradinha. Você pode colocar na airfryer também. Depois de frita, eu reservo, uso a mesma panela para fazer o molho e só quando ele estiver pronto, devolvo a soja frita e misturo mais uma vez. Isso impede que ela fique murcha, muito mole ou sem gosto. No caso das moídas, para rechear um pastel, por exemplo, sigo o mesmo passo de secar no caldo temperado, já que não haverá outro molho para misturar.

Para esse caldo temperado nos preparos com carne, eu uso shoyo, folhas de louro, cominho em pó, coentro em pó, fumaça em pó ou páprica defumada e um pouco de páprica picante. Para usar em preparos que levariam frango, tempero com curry, açafrão, folhas de salsão fresco, sal e um pouco de páprica picante.

Eu não recomendo temperos em pó prontos porque não gosto de nada industrializado no meu prato, na medida do possível. Mas também acho que se você vai viajar e não quer levar um monte de temperos, ou se você vai na casa de alguém que ainda usa muitos produtos ensacados, é possível dissolver o pó na água na hora de secar a soja na panela. Sempre caldo de legumes e nunca em tablete, porque têm ainda mais sódio e gordura do que o em pó.

Espero que essas dicas tenham te ajudado. Indique para outras pessoas em transição ou para os familiares que te entendem e gostariam de te oferecer opções nos almoços em família, já que a soja é acessível, fácil de manusear e principalmente, para quem não é vegetariano, fácil de fazer a substituição! :)

Muito obrigada por acompanharem!

Divirtam-se e bom apetite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s